9 de nov de 2010

WORNEY ALMEIDA DE SOUZA POR BIRA DANTAS

Conhecido como “WAZ”, criador e editor do Fanzine Quadrix (um dos mais importantes veículos de comunicação entre desenhistas e seus fãs), Worney fez história no Mundo dos Quadrinhos, mantendo uma importante lista de contatos de fãs de Quadrinhos no Brasil inteiro. Funcionário da Prefeitura de São Paulo,é um jornalista formado no dia-a-dia das editoras, amigo de centenas de profissionais da área (como Primaggio Mantovi, Rodval Matias, Paulo e Chico Caruso, Jayme Cortez, Diamantino da Silva, Rodolfo Zalla, Eugenio Colonnese, Mauricio de Souza, Eduardo Vetillo, Ziraldo, Watson Portela, Franco de Rosa, Mozart Couto, Marcio Baraldi, entre muitos outros) e respeitado por seu conhecimento (muitas vezes “in loco”) de quadrinhistas já esquecidos ou até falecidos (como Bonini, Sérgio Lima, João Baptista Queiroz...).
Colaborou em várias editoras como Opera Graphica e Escala Educacional, por ser um pesquisador dedicado, cuja coleção impecável de revistas faria inveja a qualquer um.
Worney, Franco de Rosa, Ofeliano entre outros, batalharam para que o Dia do Quadrinho Brasileiro fosse o dia em que Angelo Agostini publicou a primeira página de “As Aventuras de Nhô Quim” (30 de Janeiro de 1869).
A AQC-ESP (Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo) foi criada em 1984, para reunir os profissionais da categoria, procurando defender seus interesses e abrir perspectivas para semi profissionais e incentivar os amadores a abraçar esta arte. Com poucos recursos e muito boa vontade de alguns, a associação tem procurado cumprir esta orientação. Mas existe um outro aspecto muito importante que tem ocupado um espaço de destaque entre as atividades da AQC-ESP: o resgate e a referência aos grandes artistas do quadrinho nacional, que são homenageados anualmente através do Troféu Angelo Agostini.
Lei a história toda aqui:
http://www.bigorna.net/index.php?secao=artigos&id=1134708984
Fomos companheiros de chapa e diretoria da AQC no começo dos anos 80. Faziam parte também: Gualberto, Spacca, Marcatti, Floreal, Guida, Calazans, Mikio, Guida, entre muitos outros.
Um de seus méritos foi o de fazer com que a AQC se tornasse uma associação mais representativa e democrática.
Mesmo quando a AQC se esvaziou, nos anos 90, Worney manteve a entrega do Troféu Angelo Agostini, tornando-se seu principal organizador e divulgador. A entrega do Troféu terá sua 27a. Edição em 2011 e nunca falhou.
Depois de uma votação nas Livrarias especializadas em Quadrinhos e pela internet, os eleitores escolhem os melhores quadrinhistas brasileiros da atualidade e do passado.
O site Bigorna disponibiliza textos de Worney aqui:
http://www.bigorna.net/index.php?secao=biografias&id=1120185065
Sua última novidade é o Blog da AQC:
http://aqcsp.blogspot.com
Worney além de um grande amigo é um desses idealistas que segue e persegue seu ideal sempre.
Bravo, Worney. Bravíssimo!