31 de ago de 2013

Opiniões sobre o livro " AQC 100 Vezes"...

No dia 13 de julho foi realizado o lançamento da mais recente produção da Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP), em parceria com a Editora Laços e com o apoio da Comix Book Shop, a coletânea "AQC 100 Vezes", uma publicação que reuniu mais de 100 artistas das HQs brasileiras em uma edição histórica!.

Aqui os lnks com os nomes de todos participantes, fotos e o vídeo do lançamento

 -------------------------------------
E logo abaixo o depoimento de alguns partciapantes: 
.:: ATUALIZAÇÃO - 19/09/2013 ::.
Gostei muito de fazer parte da AQC 100 Vezes, com muita honra. 
A variedade de estilos, arte e roteiros torna a edição um tanto especial por mostrar artistas veteranos e novatos no mesmo espaço, direcionado a todos aqueles que gostam e admiram a nona arte.
Este foi apenas o começo de uma bela iniciativa, que na minha humilde opinião deveria ser anual, mas sei das dificuldades e viabilidade que o nosso país proporciona diante da produção do quadrinho nacional.
Mesmo assim,torço para que venham outras e novas propostas em materiais similares a este, nós artistas e também leitores agradecemos. Já estou afiando a ponta dos meus lápis para o próximo desafio. Parabéns AQC!
Grande abraço!
Josival da Fonseca Silva
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
 
Gostei mto do livro por conta da diversidade de estilos de desenho e roteiros 
e também pq promove um encontro entre os jovens e os mais rodados, e isso é legal tanto p o leitor como p nós autores. 
 
Eder Santos 
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

.:: ATUALIZAÇÃO - 15/09/2013 ::.
Caro Worney, quero lhe parabenizar pela edição do livro AQC 100 Vezes! Deve ter-lhe sido árduo levar a cabo um projeto dessa envergadura! Li o livro sem pressa, e surpreendeu-me a pluraridade de estilos e de criatividade - embora não possa negar que encontrei, qualitativamente, desnível aqui ou acolá, esse fato não arranha nadinha a excelência da edição como um todo!

 Torço pelo merecido sucesso de AQC-100 Vezes!


Júlio Shimamoto
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"Parabéns pelo belo trabalho! Gostei mto da idéia e da concepção do livro: Diversos autores e estilos juntos! O resultado final é impactante e mostra o quanto nosso país tem gente talentosa - só falta espaço e interesse das editoras nacionais em investir. Me senti mto honrado pela participação ( e também gostaria de agradecer-lhe pelo convite, Worney!). Pode sempre contar comigo em eventos futuros!!!".

Rodrigo Costa
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"Produzir uma coletanea de trabalhos de 100 quadrinistas e 8 roteiristas é uma missão gloriosa; é uma genial ideia que reuniu tanta gente boa de traço e de história.
A publicação AQC100vezes abriu espaço para artistas das HQs e das ilustrações tanto experientes quanto iniciantes, e gerou a oportunidade super bacana de interação entre tanta gente.
A qualidade da edição é excelente, gostei bastante do resultado. E foi muito bacana conhecer num único livro tantos traços, estilos e histórias diferentes – publicação riquissíma!
E o lançamento foi outra oportunidade – e uma festa - para conhecer pessoalmente todos os companheiros integrantes do livro que deu lugar a brincadeira de troca de dedicatórias e também um evento que gerou a possibilidade de criar novos contatos e parcerias.
Parabéns a todos os responsáveis pelo livro, em especial a Worney “que não fez nada” como ele mesmo escreveu na dedicatória do meu exemplar e “vamoquevamo”!

Fabiana Menassi
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"Recebi os livros, e quero aqui parabenizar a todos os desenhistas e roteiristas que participaram dessa enciclopédia dos quadrinhos brasileiro.
É uma visão panorâmica do que temos de melhor na 9ª arte, misturando os novos talentos com os mais experientes, isso deu uma dinâmica especial a publicação. 
Fico feliz  e honrado em ter participado dessa edição, e espero que a AQC não pare por ai, que ela continue a dar espaço para aqueles que tem talento e não tem como divulga-lo".
Aurélio Filho -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.


.:: ATUALIZAÇÃO - 09/09/2013 ::.

"Recebi a coletânea de quadrinhos "AQC 100 vezes", organizado pelo Worney Almeida de Souza, através da associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (www.aqcsp.blogspot.com.br ), no qual participo com uma singela página.
 A associação é responsável pelo Troféu Ângelo Agostini de Quadrinhos que já segue me sua 30ª edição. Uma história importante para o Quadrinho Brasileiro.
A iniciativa é muito interessante, não só por reunir diversos quadrinhstas (desenhistas e roteiristas) espalhados pelo território brasileiro, mas por mostrar a diversidade de temas, técnicas e expressões, entre quadrinhistas iniciantes, independentes, profissionais do mercado e mestres já consagrados pela história brasileira.
Obviamente, a obra não esgota a participação de todos os quadrinhistas brasileiros, apenas seguiu o esquema de ter cem páginas de quadrinhos. Fiquei surpreso pelo número reduzido de mulheres participantes da coletânea. Sei que muitas mulheres já estão no mercado profissional e independente, desenhando, roteirizando ou fazendo as duas coisas, porém a coletânea só traz seis trabalhos (6%).
Pra nós, pesquisadores deste universo, é uma boa oportunidade de ter um panorama da produção de quadrinhos brasileiros, seja pelas páginas das HQs produzidas, seja pelo descritor curricular dos autores, mostrando suas investidas distintas no mercado e áreas de atuação profissional."
Vale a pena consultar o material.
Para adquirir, acesse o site da Comix (www.comix.com.br).

 Amaro Braga  
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"É uma honra poder participar de livro como o AQC 100 Vezes, ao lado de grandes colegas do traço. A diversidade de temas e estilos que podemos apreciar nessa publicação mostra que, a despeito dos humores sempre oscilantes do mercado, a produção de HQs continua forte e vibrante por essas bandas tupiniquins.

Considero um excelente registro histórico, uma fotografia bem humorada e por vezes filósófica, da aventura de ser brasileiro num Brasil tão plural quanto criativo."


Rice Araújo
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"O que mais eu tenho para dizer sobre essa iniciativa é que estar no mesmo espaço que grandes nomes do cartunismo nacional, ou melhor, estar em condições iguais ao Julio Shimamoto, ao Bira Dantas, a Márcio Baraldi, ao Moacir Torres, ao Wellington Santos, ao Worney Almeda de Souza (que resgatou o Garra Cinzenta) e a tanta gente por quem eu tenho profunda e sincera admiração, mesmo sendo um cartunista undergound  tão comum e ordinário, não tem preço. Que outra oportunidade poderíamos ter para se igualar a essa gente tão boa?"

Rafael Grasel
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
 
"Muito obrigado pelo cuidado no envio.

O material está realmente muito bacana.

Fico orgulhoso por ter participado da publicação junto

de grandes artistas da HQB.

Conte comigo para novos projetos."

Wellington Santos
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"Ler o livro AQC 100 Vezes, passa o filme de uma vida inteira, e eu poderia escrever um longo e-mail sobre o assunto, mas acredito que tudo está resumido a essas palavras,
ao meu ver a edição do livro AQC 100 vezes além de um marco para a AQC-ESP, é como  um retrato histórico para a História da HQ Brasileira, e o seu laçamento é uma grande atitude para novos horizontes da HQ Nacional.
assim eu penso, cada participante ganhou uma semente... 
Tudo vai dar certo! Sucesso pra você e a todos nós! Grande Abraço!"

Edenilson Fabrício da Silva 
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

"Terminei de ler o mais novo lançamento da AQC.
Fiquei impressionada com a variedade de estilos.
Foi uma surpresa perceber abordagens e traços diferentes, onde a criatividade é o ponto em comum.
Não podemos limitar a publicação de 
AQC 100 Vezes como um mero registro do quadrinho nacional. Houve a valorosa participação de artistas de outros países (Argentina e Bósnia Herzegovina) mas é uma das maiores ( ou a maior ) iniciativa nacional de publicar grande quantidade de talentos do traço e do roteiro.
É o tipo de publicação indispensável para quem verdadeiramente curte quadrinhos."

Anita Costa Prado
 -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.