28 de ago de 2014

O crime do Teishouko Preto - Jam Session que reuniu mais de 500 artistas de quadrinhos

(visto no Universo HQ)
O livro Jam Session – O crime do Teishouko Preto é uma publicação que reúne toda uma geração de artistas brasileiros dos quadrinhos, artes gráficas e graffiti em uma única história.
De norte a sul do País, de novos autores a criadores consagrados, como Adriana Melo, Alex Hornest, André Diniz, Baptistão, Danilo Beyruth, Edgar Vasques, Fabio Moon, Fernando Gonsales, Gabriel Bá, Grampá, Guazzelli, Gustavo Duarte, Guto Lacaz, Jô Oliveira, João Montanaro, Klebs Júnior, Klévisson, Laerte, Lourenço Mutarelli, Luiz Gê, Luke Ross, Marcatti, Orlando, Rafael Coutinho, Rodolfo Zalla e muitos outros.
A obra surge depois de anos do projeto no qual mais de 500 artistas brasileiros participaram juntos de uma única história em quadrinhos, feita como uma jam session.
Sem um roteiro prévio, foi feita uma HQ coletiva e sem fim: no ponto em que um desenhista termina sua página, outro continua e assim por diante. Sempre mantendo as características pessoais de cada artista, mas integrada a uma produção coletiva singular e com unidade.
Esse é o projeto Jam Session, que já existe há alguns anos e agora será perpetuado em um luxuoso livro de capa dura, com todas as páginas reunidas em uma única publicação, que será lançada em dezembro de 2014, na Comic Con Experience, em São Paulo/SP.
Cada página foi desenvolvida ao vivo, frente ao público, que pôde apreciar como cada artista desenvolve seu trabalho, qual a sua técnica, seu processo de criação, como constrói seu argumento, prepara seu roteiro e mantém sua narrativa. Além disso, o obra deve bater o recorde mundial do Guinness Bookde Most Contributors to a Published Comic Book.
Para viabilizar a publicação, o título está no site de financiamento coletivo Catarse – confira o vídeo apresentando o projeto e participe clicando aqui ou na imagem abaixo.