11 de dez de 2015

FALECEU PAULO HAMASAKI, MESTRE DO QUADRINHO NACIONAL

Ele recebeu o troféu Angelo Agostini de Mestre do Quadrinho Nacional em 1996. Faleceu dia 10/12/15. A triste notícia foi enviada por Worney Almeida de Souza. A AQC envia os pêsames a família e lamenta a perda deste grande mestre dos Quadrinhos brasileiros.
GUIA DOS QUADRINHOS http://www.guiadosquadrinhos.com/artista/paulo-hamasaki/5116
Desenhista e editor de HQs de terror e ficção-científica nas décadas de 60 e 70. Foi o primeiro diretor de arte do Estúdio Mauricio de Sousa. Hamasaki nasceu em em Araçatuba, estado de São Paulo. Começou sua carreira como estagiário da Cooperativa Editora e Trabalho de Porto Alegre (CEPTA), no início da década de 60. Em 1967, após assistir o filme “Os desajustados”. de John Huston, comentou a trama com Mauricio de Sousa. Este gostou da idéia e, uma semana depois, distribuiu uma nova tira, “Os Dez Ajustados”, publicada no “Diário Popular”. Apesar do nome, “Os Dez Ajustados” contava com bom humor as aventuras de uma família bastante funcional que vivia às voltas com problemas cotidianos. Em 1971 Hamasaki colaborou com os quadrinhos publicados na “Contigo”, revista voltada ao público feminino, onde publicou as aventuras de “Cris, a Repórter”. Ingressou na M&C, no início dos anos 70. Em 1972 tentou um personagem cômico-infantil, “O Coelho Fifi”. Nos anos 80, passou pela Grafipar de Curitiba e pouco depois tornou-se editor independente, relançando alguns de seus personagens, como “Ágata” e “Torn”.
ENTREVISTA COM HAMASAKI
Abaixo, entrevista do mestre feita por Tony Fernandes.
http://tonyfernandespegasus.blogspot.com.br/2011/09/entrevista-com-paulo-hamasaki-o-homem.html