24 de mar de 2012

CHOI EM POA - ULTIMOS DIAS NO BRASIL


"My last greetings to all of my friends in Brasil
I will never forget all of your name, face and hospitality for me
Good luck to all of my friends.
Now, i am going to Uruguay"

Choi, Jin Woo

(Choi se emocinou com este musico de rua cantando "Blowin' the wind" de Bob Dylan)

O cartunista Augusto Bier e o ilustrador Pedro Alice foram ate' o aeroporto Salgado Filho em POA (como os gauchos chamam Porto Alegre) buscar nosso amigo Choi, Jin Woo. Sairam pra beber, comer e conversar, não exatamente nesta ordem. O coreano Choi vinha de Curitiba, ainda aturdido com as informações recebidas na lendaria Gibiteca -a mais antiga do Brasil- e os contatos com varios cartunistas e quadrinhistas.
Veja as fotos:
http://www.facebook.com/truerain751
Na capital de um dos estados mais briguentos do Brasil -palco de Garibaldi, Anita e da Revolução Farroupilha- e de resistencia contra o Golpe Militar de 64, Choi foi recebido por dois membros da Grafar -Associação dos Grafistas Gauchos- e hospedado no apartamento de Pedro. Leia sobre a Grafar nos links:
http://pranchetadagrafar.blogspot.com.br
http://grafar.blogspot.com.br
http://pt.wikipedia.org/wiki/Grafistas_Associados_do_Rio_Grande_do_Sul

GRAFAR NO FACEBOOK
http://www.facebook.com/groups/317843344937658/

Da janela do ape de Pedro Alice, Choi fez seus primeiros cliques da cidade, no dia seguinte....


Passeou pelo centro, pelos arcos do Viaduto Otávio Rocha, onde mais tarde (depois da abertura do Salão) conheceria o tambem lendario Bar e restaurante Tutti Giorni. Incrivel, mas parece que tudo no Rio Grande do Sul soa lendario...


O GASOMETRO, PALCO DO HUMOR EM POA

A Usina do Gasômetro, ao lado do rio Guaiba e' palco, todo ano, do que ha' de melhor na charge, cartum, caricatura e quadrinhos.



O SALÃO DE HUMOR
A abertura do Salão de Humor reservava a Choi a alegria de ver trabalhos do mundo todo, e a possibilidade de encontrar grandes nomes do cartum brasileiro como Edgar Vasques e seu irmão Eduardo Simch, Pomba Claudia, Santiago, Guaraci Fraga, Kayser, Rafael Correa, Rafael Sica, Hals, Bier, Eugenio Neves, Iotti, Gilmar Fraga, Alisson Affonso, Wagner Passos, Azeitona, Mau-mau, Carlos Ferreira, Koostela, Guazelli, Villanova, Cado, Fabio ZImbres, Leandro Doro, Moa, Byrata, Rodnerio Rosa, Juska, Maucio, Geraldo Passofundo, Eduardo Prás, Anderson Mendonça, Ediel Ribeiro e muitos outros.

E Choi segue clicando o Salão Internacional De Desenho Para Imprensa (mais infos no site abaixo):
http://www2.portoalegre.rs.gov.br/smc/default.php?p_secao=35













DEPOIS DO SALÃO, ENCONTRO NO TUTTI GIORNI, O REDUTO DOS CARTUNISTAS GAUCHOS
O viaduto a noite, acima dos arcos, o Templo dos Cartunistas abre suas portas para Rafael Correa, Eugenio Neves, Pedro Alice, Choi, os ilustradores de Rio Grande: Eduardo Prás e Anderson Mendonça e quem mais chegou....

Augusto Bier:
- Tutti Giorni album. Borges de Medeiros Avenue. Night shot from Tutti Bar. Thanks again, Choi!


Papo de Facebook:
Bira Dantas
- Great trip, Choi. What do you say about POA cartoonists? Gauchos are total crazy, ain't they?
about an hour ago · Like
Jin Woo Choi
-‎:) They are too much enthusiastic... and i like that :)

Choi achou Pomba Claudia muito compenetrada...

Jin Woo Choi:
- She is really serious woman :)
Bira Dantas:
- Pomba Claudia? Serious????? Never!
Jin Woo Choi:
- She always told me she is ´serious´woman... ha ha


Jin Woo Choi:
- ‎Pomba Claudia cartoonist cafe, we wrote something on this table with chalks


Jin Woo Choi:
- Porto Alegre, Tutti Giorni, Cartoonists' Cafe. One brasilian cartoonist draw fish and i came to know that means korean movie
directed by Bong joon ho, quickly.

Augusto Bier:
- Tutti Giorni album. The cartoonist is drawing on the Tutti's ceiling re-creating the scene of a pre-historical man in the Altamira Cave thousands years ago. Nice shot, Choi!


Jin Woo Choi:
- Nice cartoon and nice place and most of all nice people :)

TUTTI GIORNI, ENCONTRO SEMANAL DE CARTUNISTAS, ILUSTRADORES E QUADRINHISTAS GAUCHOS
http://www.universohq.com/quadrinhos/2011/n13062011_01.cfm
(Por Marcelo Naranjo)
"A publicação independente Zine Supreme reúne o trabalho de três quadrinhistas gaúchos.
João Azeitona Vieira, Walter Pax e Mateus Santolouco compilam neste zine três histórias curtas, sem conexões aparentes uma com a outra. Da ideia ao produto final, a revista foi concebida no período de duas semanas e teve lançamento na capital gaúcha, no bar dos cartunistas Tutti Giorni (Altos do Viaduto da Borges de Medeiros, Porto Alegre/RS)."



COMIDA BARATA NO CENTRO HISTORICO DE PORTO ALEGRE


http://goncalodecarvalho.blogspot.com.br/2011/10/blog-action-day-comida.html
"O Tutti Giorni está localizado no Centro Histórico de Porto Alegre, na escadaria do Viaduto Otávio Rocha e serve uma das comidas mais baratas da cidade.
No Tutti Giorni também conhecido como o "Bar do Nani", segundo o próprio Ernani, se come a melhor feijoada da escadaria do Viaduto Otávio Rocha.
Essa brincadeira reflete o bom humor do proprietário, o Ernani, pois é o único bar e restaurante da escadaria.
É um dos restaurantes mais "underground" da cidade, serve almoço simples a preços baixos, muito baixos. Seu "prato do dia" custa R$ 6,00 e seu tradicional "carreteiro" é servido no prato com um pouco de feijão e uma salada verde por apenas R$ 1,99. Nas sextas, tinha sua afamada feijoada, simples mais saborosa e que custava apenas R$ 8,00, com um copo de refrigerante grátis. Atualmente a feijoada está suspensa, pois o proprietário diz que dava muito trabalho e a grande procura continua sendo o seu "carreteiro", que pode ser com carne, linguiça ou até salsicha, dependendo da disponibilidade da dispensa do Bar. Carreteiro com charque até pode ser feito, mas o preço do charque impede um custo baixo e sua clientela é fiel ao carreteiro barato com feijão.
Estudantes, operários, trabalhadores com pouca "grana" e mesmo moradores da vizinhança são clientes no Nani, pois além da comida simples e barata o bar tem uma personalidade que o diferencia dos demais bares e restaurantes populares que existem no Centro.
Suas paredes estão cobertas por ilustrações, cartuns e caricaturas (especialmente do bigodudo proprietário) feitas pelos chargistas da cidade que se encontram ali nas noites de terça.
Uma das máximas do Nani está escrita num papel afixado na parede, perto do balcão: "O problema dos outros é fácil de resolver!"
Na realidade é mais que um bar ou restaurante, é uma espécie de "bolicho gaúcho". Lá também se vende queijo da colônia, vinho artesanal e até livros policiais usados. Outra característica interessante do local é que não tem nenhum empregado, no máximo tem alguns "ajudantes", amigos que auxiliam o Ernani nas horas que o movimento fica muito grande. O próprio Ernani faz as compras, é o cozinheiro, atende as mesas, lava as louças, cobra as despesas e limpa o bar. Eventualmente também entrega algum almoço nas proximidades para algum cliente que não pode ir ao bar, neste caso os clientes tomam conta do bar quando ele diz: "vou dar uma saidinha rápida, já tô voltando, cuidem aí..."
A música ambiental do bar é a programação gauchesca da Rádio Liberdade. Mas dizem que de noite, caso insistam, ele arrisca uma música no violão.
Também conhecido como "Gaúcho", o Ernani com sua simpatia e bom humor conquista seus clientes, mesmo quando não acerta a receita e a comida fica um pouco salgada.
Esse é um dos locais de Porto Alegre que a maior parte da população não conhece e fica bem no centro da cidade, pouco mais de uma quadra do Palácio Piratini e Catedral Metropolitana.
Não tem nenhuma identificação externa a não ser uma ou duas placas escritas a mão, na hora do almoço."


TUTTI GIORNI QUASE FOI LEILOADO EM 2005
http://www.universohq.com/quadrinhos/2009/n05052009_10.cfm
(Por Eduardo Nasi e Leandro Doro)

"O bar Tutti Giorni nem de longe é mais moderno ou sofisticado de Porto Alegre. Mas, para os integrantes da tradicional Grafar, sigla para Grafistas Associados do Rio Grande do Sul, é dos mais queridos. Lá, no histórico Viaduto da Borges, no centro da cidade, é que o grupo se encontra em todas as noites de terça. E isso já vem desde os anos de 1990.
Essa tradição, porém, corre o risco de acabar. Hoje à noite, o bar deve ser leiloado por conta de dívidas - embora uma liminar possa suspender o leilão. Seu destino, até agora, é incerto.
A prova da longa relação entre os artistas e Nani, proprietário do Tutti Giorni, está nas paredes, cobertas por trabalhos (nem todos em bom estado) de artistas como Luis Fernando Verissimo, Edgar Vasques, Gilmar Fraga, Santiago, Canini, Bier, Iotti, Eugênio Neves e Joaquim da Fonseca. Outra demonstração está no Tinta China, blog da Grafar, no qual uma busca pelo nome do bar releva desenhos e histórias do local.
Os cartunistas estão mobilizados para tentar salvar o local. Uma saída defendida pelo grupo é que algum interessado arremate o bar e deixe Nani como gerente. Mesmo assim, o grupo não recebeu nenhum sinal de que alguém esteja disposto a apostar nessa ideia."


GILMAR FRAGA
Bier deixou Choi com Hals e Pedro Alice, que o hospedou na primeira noite.
Segundo Hals:
"Olha, para quem foi salvo por um Miojo Yakissoba, o pior engrupe da culinária, o Tutti é o Ritz. Eu vou ver se posto as minhas fotos hoje, assim que organizar as coisas aqui."

Pedro Alice:
"Excelente pessoa. Conversei de tudo com ele, menos quadrinhos.
Mentira, falamos um pouquinho de quadrinhos também...
Mas foi tão corrido que nem me dei conta dos contatos que poderia ter apresentado prá ele.
Devia ter apresentado pro Denny Chang, que percorreu toda a América Latina fazendo quadrinhos...
Na noite que ele chegou, a gente conversou um monte , e já ficou amigo. No segundo dia a gente foi dar uma volta, e acabou no Gasometro. Subimos no terraço. Tava um dia lindo. Muito sol, mas o vento espantava o calor.
Subimos numa rampa e ficamos olhando o rio, bem lá de cima. Aí nos atiramos no sol. Eu quase dormi e ele ferrou no sono. Até um guardinha ir nos dizer que a gente tava num lugar proibido, hahahahahahahah.
Depois teve o Salão. Aí deixei ele livre prá conhecer outras pessoas. Mas no fim da noite sentei na mesa dele , no Tutti
Ele ficou bem atordoado com as garotas bonitas que ja´saem cumprimentando com beijos e abraços. Não tá acostumado com isso. A cartunista Pomba Claudia viu que ele era tímido e apatifou bastante com ele, ahahhahahahal... Ele adorou ela.
Miojo foi opção, era desejo do Choi, como sou adicto de Miojo Yakisoba incentivei, heheheh
Sabe porque ele gosta tanto de aparecer nas fotos fazendo sinal de "legal"? Porque na Korea equivale a levantar o dedo médio
..."

Choi foi hospedado pelo diretor de arte do jornal Zero Hora, que o levou pra conhecer a Redação.
Mas o que o maravilhou mesmo, foi o estudio e as artes do Fraga!







http://fragacaricaturas.blogspot.com.br/